Produtos

 

 PRODUTOS DA VALORIZAÇÃO DE RESÍDUOS

 O processo de tratamento e valorização de resíduos permite dar nova vida às matérias-primas e obter produtos que voltam a entrar no ciclo de produção e de consumo.

 

Esta realidade dá força e demonstra a viabilidade de uma Economia Circular, que na prática permite poupar matérias-primas virgens e fomentar a utilização de matérias-primas secundárias. Este processo faz parte do nosso ADN há já vários anos, com os processos produtivos concebidos e explorados para que os seus subprodutos sejam aproveitados com o máximo de eficiência.

 

 

 

 

ECONOMIA CIRCULAR

O modelo de Economia Circular dos Resíduos assume que todos os produtos e serviços têm origem em fatores da natureza e que, no final de vida útil, retomam mais uma vez à natureza através de resíduos ou através de outras formas com menos impacto ambiental.

 

No modelo circular os ciclos de vida dos produtos são otimizados – desde a conceção e desenho, aos consumos ao longo do período de vida do produto, ao processo de produção e à gestão dos resíduos que não foram possíveis de eliminar. Este modelo defende que os resíduos sejam transformados, através da inovação, em potenciais subprodutos ou outros materiais, que promovam a reutilização, recuperação e reciclagem.

PRODUTOS
Energia Elétrica

Os resíduos depositados em Aterro Sanitário sofrem, ao longo do tempo, um conjunto de transformações devido a fenómenos físicos, químicos e biológicos que, em resultado da elevada quantidade de materiais Biodegradáveis, originam efluentes residuais líquidos e gasosos, cujo controlo é de extrema importância. Após a deposição destes resíduos em Aterro, inicia-se de imediato, a sua decomposição.

 

O Biogás que se forma através da decomposição dos resíduos é recolhido por tubos perfurados instalados do fundo ao topo, à medida que se depositam as camadas de resíduos. Este gás é captado por poços verticais e canalizado por condutas.

 

Gradualmente, à medida que se vai realizando a deposição dos resíduos, vão-se subindo os drenos e realizando o seu encabeçamento e ligação imediata da cabeça do dreno à rede de Valorização, por forma a minimizar as emissões para a atmosfera, os poços convergem todos para cinco baterias de ERMs que conduzem o Biogás a um coletor principal e, por sua vez, o encaminha até à central de Valorização energética (CVE).

 

Na Valorminho a produção de energia é um vetor de inovação, e toda a energia produzida através dos resíduos é exportada para a Rede Elétrica Nacional.

Materias para reciclar

A Valorminho, recolhe e envia para reciclagem matérias primas com inúmeras possibilidades de valorização. Esta, é uma tarefa diária que inclui diversas tipologias de materiais:

           

  • Papel e Cartão;
  • Vidro;
  • Plásticos de embalagem (filme, PET, PEAD, EPS, Plásticos mistos e ECAL);
  • Metal de embalagem (alumínio e aço);
  • Plásticos não urbanos e/ou não embalagem;
  • Metais não embalagem; madeira;
  • Resíduos elétricos e eletrónicos (REEs).

 

Estes materiais, após serem triados nas nossas Unidades de Tratamento, são encaminhados para a indústria Recicladora.

 

Óleos Alimentares Usados

A recolha dos Óleos Alimentares Usados (OAU), é mais uma atividade da Valorminho que beneficia o ambiente. Estes, são muito prejudiciais à pureza da água e às estruturas de saneamento (ETAR), quando despejados diretamente nas redes de esgoto.

 

Através da recuperação dos OAU ocorre a diminuição das emissões de partículas de carbono e de compostos de enxofre, permitindo assim, através da sua transformação em Biodiesel, substituir parte da importação de gasóleo e, graças à sua superior capacidade lubrificante, aumentar o tempo de vida útil dos motores.

Pneus Usados

A Valorminho é o único Ponto de Recolha de Pneus Usados da área de intervenção, resolvendo deste modo um grave problema ambiental de dispersão de pneus pela paisagem natural.